Deu Brasil! Giovani dos Santos garante o penta na 18ª Volta Internacional da Pampulha

06/12/2016 10:06
Foto: MBraga ComunicaçãoDa reportagem/VaiCorrendo.com
 
Uma vitória absoluta, que garantiu o pentacampeonato, muita emoção e homenagens à Chapecoense marcaram a 18ª Volta Internacional da Pampulha, realizada na manhã do último domingo (4) ao redor da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). O mineiro Giovani dos Santos (foto) confirmou o favoritismo e garantiu o quinto título consecutivo na prova, mostrando porque é um dos melhores nomes do País na atualidade. No feminino, vitória da tanzaniana Angelina Daniel Tsere, com a brasileira Joziane da Silva Cardoso, campeã em 2014, chegando em segundo.
 
Antes da largada do pelotão geral, às 8h, os organizadores prestaram uma homenagem às vítimas do acidente com o voo na Colômbia, que reunia jogadores da Chapecoense, jornalistas e a tripulação. O diretor de prova, Manuel Garcia Arroyo, leu um texto de homenagem e foi feito um minuto de silêncio, deixando a todos bastante comovidos.
 
Na pista, Giovani sobrou mais uma vez, cumprindo os 17,8 km com o tempo de 52min55s, 20 segundos à frente do segundo colocado, Paul Koech Kimutai, do Quênia, 53min15s. Augustine Paulo Sulle ficou em terceiro, com 53min34s. Entre as mulheres, Angelina marcou 1h02min04s, com Joziane chegando 19 segundos depois, 1h02min23s. Leah Jerotich, do Quênia, foi a terceira com 1h02min31s.
 
Num dia de chuva fraca e temperatura amena, Giovani dos Santos mostrou que não tem para ele, neste momento, na Volta Internacional da Pampulha. Determinado a vencer e em grande momento, o mineiro de Natércia ganhou sem muita dificuldade mais uma edição. No final, destacou o bom treinamento e a homenagem às vítimas e familiares do voo da Chapecoense. 
 
"Me dedico muito aos treinamentos, com o apoio do meu treinador, e estou sempre concentrado. Sem falar do apoio da torcida, que ajuda muito. Soube sair no momento certo e consegui vir até o final em primeiro", explicou o pentacampeão. "Estou trabalhando muito e fazendo coisas diferentes para buscar os resultados. Faremos isso também para a São Silvestre, querendo fazer uma boa apresentação. Quero deixar um abraço e mandar esta vitória para todos e também seus familiares. Chapecó este título é para você", encerrou.
 
Prova feminina
No feminino houve uma disputa bastante acirrada, tanto que as cinco primeiras colocadas conseguiram baixar o tempos do ano passado. As atletas se mantiveram em um grupo grande parte do tempo, entre elas a brasileira Joziane Cardoso. Mas no final Angelina, vice na Corrida Eu Atleta Rio de Janeiro, conseguiu escapar e chegar com boa folga. "Gostei muito da prova. Estivemos juntas grande parte do tempo, mas escapei no momento certo e pude vencer", afirmou a tanzaniana, que garantiu o segundo título para seu país em Belo Horizonte.
 
Joziane lutou bastante para vencer pela segunda vez, mas acabou perdendo no final. "Prova difícil, com ritmo muito forte. No final, a primeira abriu e não consegui acompanhar. Mas estou feliz com minha corrida e por ser a primeira brasileira mais uma vez", destacou a atleta paranaense.

 

18ª VOLTA INTERNACIONAL DA PAMPULHA | BELO HORIZONTE-MG

MASCULINO | 17,8 KM
POS ATLETA EQUIPE TEMPO
1  Giovani dos Santos Pé de Vento/Caixa 52min55s
2  Paul Koech Kimutai/QUE Luasa Sports 53min15s
3  Augustine Paulo Sulle/TZA Luasa Sports 53min34s
4  Mathew Kiptoo Cheboi/QUE Coquinho/Fila/Bioleve 53min45s
5  Eliya Daudi Sidame/TZA Coquinho/Fila/Bioleve 53min47s
 
FEMININO | 17,8 KM
POS ATLETA EQUIPE TEMPO
1  Angelina Daniel Tsere/TZA        Luasa Sports 1h02min04s
2  Joziane da Silva Cardoso Pé de Vento/Caixa 1h02min23s
3  Leah Jerotich/QUE Coquinho/Fila/Bioleve 1h02min31s
4  Valdilene dos Santos Silva Pinheiros 1h03min35s
5  Andreia Aparecida Hessel Pinheiros 1h03min38s

 

*O VaiCorrendo.com não se responsabiliza por erros de nomes, colocações, tempos e equipes divulgados oficialmente pelas empresas de cronometragem.
Foto: MBraga Comunicação

© Proibida a reprodução em outras mídias.