Exercícios x Suplementos

21/09/2016 08:00

Nutricionista Renato Barbim*

 
Grande parte dos indivíduos que buscam melhora na composição corporal, qualidade de vida ou rendimento no esporte são muitas vezes iludidos pelas empresas de alimentos e suplementos, as quais utilizam um marketing extremamente apelativo e vendem a ideia de que determinada substância irá auxiliar muito em determinado aspecto (rendimento, perda de gordura, etc).
 
A utilização de alguns suplementos tem sim muita utilidade, desde que seja feita uma análise prévia pelo Nutricionista. Apenas esse profissional é capaz de analisar sua rotina de vida e associar à ela uma possível substância que irá ajudar em algum objetivo. Porém antes, muita coisa pode ser mudada com uma boa dieta.
 
Por exemplo, será que uma suplementação com whey protein melhoraria algum aspecto em um indivíduo que está iniciando um planejamento de treino e que ainda tem muitos erros alimentares? Possivelmente não. Dieta está relacionada com necessidade! Será que o seu treino realmente exige que você faça a ingestão de carboidratos (gel ou Maltodextrina) durante ou após a sessão de exercício? Tudo depende e exige uma avaliação mais crítica.
 
Por isso é sempre importante em primeiro lugar a discussão a respeito de hábitos alimentares. Por exemplo: ajustes na ingestão protéica durante todo o dia, correta distribuição calórica respeitando o horário do exercício, adequação da ingestão de nutrientes pré treino ajustando seu volume, entre outros.
 
Realizar várias refeições no seu dia, incluindo vários nutrientes em todas ou em quase todas elas não é fácil. Atualmente o ser humano tem muitas preocupações e atividades em sua rotina. E isso é a maior dificuldade em qualquer dieta: associar a rotina de vida com uma alimentação que atenda as necessidades e objetivos pessoais. É necessário muita organização para preparar e comer o alimento.
 
Uma outra questão é que muitas pessoas não possuem habilidades na cozinha e muito menos tempo para preparar tantas refeições e comê-las. Em algumas refeições na semana, pode ser viável a utilização de shakes substitutos de refeições intermediárias, juntamente com alimentos práticos fáceis de carregar e que não estragam com facilidade, como castanhas, frutas secas e preparações rápidas.
 
Com o avanço das redes sociais, leio diariamente informações mal elaboradas e sem embasamento científico. Você pode utilizar whey protein pós treino, porém desde que ajustado com sua dieta. Se logo depois do treino você almoça ou janta, será necessário esse whey protein?
 
Entendeu a necessidade de uma avaliação nutricional mais profunda?
 
Resumindo, ajuste antes de tudo seu treinamento e seus alimentos. Após, analise a necessidade de alguns suplementos. E sempre consulte profissionais capacitados na área para realizar essas mudanças.
 
Um grande abraço e até a próxima coluna aqui no site do corredor de rua!
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Renato Barbim é graduado em Nutrição e Metabolismo pela USP de Ribeirão Preto e especialista em Fisiologia do Exercício pela UFSCAR de São Carlos. Atua em consultório particular assessorando atletas amadores e de alto nível que buscam alimentação saudável. É Consultor da empresa New Nutrition Suplementos. CRN-3 38322 / Contato: (16) 3625-8325
 
 

(Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, o ponto de vista do VaiCorrendo.com)