Final de ano e os treinos de corrida

18/12/2014 07:36
Prof. Aroldo Costa Neto*
 
Caros amigos leitores amantes da corrida que nos acompanharam por todo este ano. As festas estão aí, é tempo de confraternização, comemoração e descanso para entrarmos em 2015 renovados. É isso mesmo, descanso!
 
Para quem treinou o ano inteiro, ou mesmo o semestre inteiro, participou de provas, mesclou treinamentos intensos com volumosos, fez de tudo para reduzir aqueles segundos que fazem toda a diferença para nós, teve algumas lesões pelo caminho... Chegou o momento de tirar o pé.
 
Algumas pessoas se preocupam com uma possível redução do condicionamento e do desempenho e, fisiologicamente falando, isso é muito bom! O nosso organismo, após passar por inúmeros períodos de intensidade de treinamento, recebe muito bem um período conhecido como “transição” pela Educação Física, onde é hora de recuperar as energias (treinar pouco ou nem treinar) por um período de no máximo duas a três semanas. Este período é essencial principalmente para aquelas pessoas que treinam mais vezes na semana e de maneira mais intensa (velocidade) ou muito volumosa (distância).
 
 
É claro que atletas que estão em fase preparatória para provas do primeiro trimestre não podem ter o luxo deste momento, mas deverão fazê-lo após este longo período competitivo.
 
Para pessoas “normais”, aquelas que treinam duas ou três vezes na semana, não treinar por uma ou duas semanas não mexe tanto assim com o condicionamento adquirido até então, ainda mais para aqueles que já estão nesta rotina há pelo menos 12 semanas. Caso não queira mesmo ficar parado, reduza a quantidade de treinos no mínimo pela metade e também a velocidade de treino e a distância. Descanse!
 
É bom lembrar que também é um período onde as pessoas costumam ganhar peso devido à quantidade de festas e o teor calórico dos alimentos desta época do ano. Manter o peso ou ganhar pouco é característico da transição, o que é equalizado logo nas primeiras semanas de retorno aos treinamentos. Não exagere!
 
Caso tenha alguma dúvida sobre o quanto você deve ficar parado ou ainda quantos treinos deve fazer para não perder condicionamento para o início do ano, não deixe de conversar com o seu educador físico.
 
Desejo a todos um Natal de muita renovação e paz!
 
Obrigado pela leitura!
 
Forte abraço e até a próxima!
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Aroldo Costa Neto é fisioterapeuta e educador físico
na academia Studio F3 Corpo Inteligente, em Ribeirão Preto
CREFITO-3: 32.583 - F / CREF: 042.260 - G/SP