Já é Natal! E agora?

08/12/2016 09:00

Nutricionista Isabelle Mastelaro*

 
Chegou o tão amado e temido dezembrão! Está aberta a temporada da comilança! A maioria das pessoas pensa: "Lá vem o Nutri querendo que a gente coma frutas e deixe o chocotone pra lá", mas na verdade nossa obrigação é sugerir trocas inteligentes, alertar para os excessos das ceias!
 
O grande erro está em pensar que não podemos aproveitar as festas sem prejudicar tudo que foi construído ao longo do ano. Falamos o ano todo sobre “equilíbrio”, porque o nosso organismo não vai mudar com uma ou outra refeição mais pesada, rica em carboidratos ou gordurosa. São os hábitos na ROTINA que fazem a diferença. Se você passa o ano inteiro se alimentando bem, planeja sempre as suas refeições, cria o hábito “saudável”, você não vai sofrer nessa época do ano. O importante é que as refeições saudáveis predominem sobre as nossas eventuais “escapadas” da rotina. Basta pensar que cerca de 70% ou mais do seu dia, mês, e ano, devem ser balanceado e com foco nos seus objetivos. O restante serão os momentos de lazer, festividades, comemorações que fogem do planejado.
 
No mês de dezembro, algo comum é aquele pensamento “ano que vem eu começo”, “esse ano já terminou mesmo”, e assim as promessas só vão aumentando na lista para 2017. Não deixe que mais um ano passe batido. Você perceberá que após a reeducação alimentar, o Natal e o Ano Novo tornam-se apenas um período para curtir a família, viajar, descansar, não para compulsões e exageros. Lógico que minha recomendação para quem está em dúvida em começar sempre é: comece hoje! Inicie a mudança agora! Chega de ficar esperando o milagre! Nada de esperar passar as festas!
 
É totalmente possível participar da ceia, sem radicalismo, apenas escolhendo o que colocamos no prato. Seguem aqui algumas dicas:
 
Prefira a farofa e as leguminosas (feijão, grão de bico, lentilha) sem bacon, linguiça ou embutidos
Arroz: por que não usar um com vários grãos? É super saboroso! Época de fartura de castanhas, vale a pena experimentar
Prefira carnes magras, evitando opções mais gordurosas e salgadas. A carne de peru, sem pele, é sempre uma boa opção
Na sobremesa, que tal usar uma das inúmeras receitas que você já viu e nunca tentou fazer? Opte por itens mais caseiros. Escolha aquilo que mais gosta ao invés de consumir diversas opções apenas por estarem “disponíveis” na mesa
Gosta de sorvete? Escolha uma versão com teores reduzidos de açúcares e gorduras
Quando for beber, prefira vinho, champanhe e cerveja, mas sempre com moderação. Os destilados, como uísque, cachaça e vodca, têm maior teor alcoólico, demorando mais tempo para ser eliminado completamente do seu organismo
Tome muita água, antes e depois da ceia, para manter seu corpo bem hidratado
 
Para você que está decidido a chutar o balde (da dieta), faço questão de lembrar que o Natal não se resume à comida, e que no dia 1º de janeiro a vida continua (risos).
 
Aproveite o tempo livre e a presença das pessoas queridas para conversar, se divertir. A comida é só uma entre tantas coisas boas das confraternizações de fim de ano. A relação com os alimentos deve ser sempre POSITIVA e HARMÔNICA!
 
Não há nada mais agradável que alimentar-se com prazer! É normal comer um pouco mais durante as festas, mas o nosso corpo sabe lidar com excessos casuais. Se você ganhar um pouco de peso (retenção hídrica, principalmente), é bastante provável que perca os quilos extras quando voltar à sua rotina normal, sem precisar se "desintoxicar" com sucos, shakes e similares ou passar fome depois das festas.
 
Por último, mas não menos importante: não deixe de fazer exercícios! Nessa época, quando muitas academias fecham as portas, é comum as pessoas darem um tempo nas atividades físicas. Não deu para treinar? Então aproveite os dias de folga para correr, nadar, jogar bola com amigos, andar de bicicleta, etc. Seu corpo agradece e muito!
 
Aproveitem as festas! E #VaiCorrendo! Até a próxima coluna aqui no site do corredor de rua!
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Isabelle Mastelaro é graduada pela Universidade de São Paulo (USP) e atua em consultório particular com ênfase em emagrecimento e reeducação alimentar. Atendimento individualizado e em grupo. CRN-3 46886 / Contato: (16) 3624-5343
 
 

(Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, o ponto de vista do VaiCorrendo.com)