O risco de correr gripado ou resfriado

01/04/2017 16:50
Prof. Rodrigo Carvalho*
 
Meus amigos corredores e corredoras. Como está a saúde de vocês? Tudo certo por aí?
 
Sabemos que a corrida de rua provoca sensações de bem-estar, nos deixando muito bem após uma prova ou depois de um treino. Mas temos que ser cautelosos. Isso mesmo!
 
O vício bom de correr e a dor na consciência por faltar de determinada prova às vezes nos faz cometer algumas loucuras. E você pode pagar caro por isso.
 
Ao invés de perder somente aquela sessão de treino, a sua ação poderá te deixar "de molho" por vários dias, consequentemente, te tirando de outros treinos.
 
Quando você está com algum sintoma de doença ou inflamação, gripe ou resfriado, o sistema imunológico está atuando para recuperar esses danos. E quando você corre doente, atrapalha essa recuperação e ainda aumenta a produção de radicais livres. E como seu corpo está debilitado, vai piorar tudo.
 
Seu organismo não será capaz de curar as infecções justamente por você tê-lo debilitado mais ainda. Nesse período o recomendado é descanso, alimentação e hidratação. Até ficar zerado!
 
Então, meu conselho é: se não está bem de saúde, não queira dar uma de herói. Descanse! Afinal, tem vários dias para correr e provas para fazer. Cautela, meus amigos, grande abraço e até a próxima aqui no VaiCorrendo.com, o site do corredor de rua!
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Rodrigo Carvalho é especialista em treinamento esportivo de bases científicas pós-graduado pela USP de Ribeirão Preto, personal trainer e ex-atleta de elite
 
 

(Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, o ponto de vista do VaiCorrendo.com)