Quer resistência e velocidade? Treine tiros!

17/04/2015 07:13

Prof. Rodrigo Carvalho*
 
Quem ganha uma prova de 10 km é o atleta mais resistente ou mais veloz?
 
Fazer os famosos tiros (treino intervalado) é a maneira mais eficaz de melhorar o rendimento cardiovascular correndo - conseguimos atingir essa evolução com musculação, também, através da diferença arterio-venoza (volume oxigênio que entra e o quanto é captado).
 
Uma maneira de realizar o treino são com distâncias de 400 metros a 600 metros, utilizando sempre a mesma distância ou tempo para recuperação. Em uma segunda etapa, quando o atleta está mais adaptado às distâncias, podem ser de 800 metros a 2.000 metros.
 
Em atletas amadores, utilizo este método, no máximo, duas vezes por semana. A intensidade provoca grande desgaste articular e muscular e exige um tempo maior de recuperação do sistema músculo esquelético.
 
Esse tipo de treino funciona! Porém, você precisa saber exatamente o tempo e a qual porcentagem do seu VO2Max (consumo oxigênio). Se você não tem esses números, faça urgentemente uma avaliação física criteriosa. Para cada velocidade que você corre acontece uma adaptação diferente no seu organismo.
 
Treinar é igual tomar medicamento: se 20 gotas resolvem, para quê tomar 30? E, se o seu caso são com 30 gotas, tomar 20 também não vai resolver.
 
Enfim, saber o modelo de treino é fácil, difícil é saber a quantidade de intensidade e recuperação. E isso não posso detalhar, pois somos individuais e as respostas fisiológicas são diferentes para cada pessoa. O atleta mais veloz na distância percorrida vence a corrida.
 
Grande abraço e até a próxima.
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Rodrigo Carvalho é especialista em treinamento esportivo de bases científicas pós-graduado pela USP de Ribeirão Preto, personal trainer e ex-atleta de elite