Saiba onde estarão os postos de água e quais são os pontos turísticos da 92ª São Silvestre

22/12/2016 08:03
Foto: DivulgaçãoR. Gonça/VaiCorrendo.com
 
Cerca de 30 mil corredores inscritos de diversos países enfrentarão os 15 km por ruas e avenidas da Capital Paulista na 92ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, no próximo dia 31, em São Paulo. A organização, que mudou alguns trechos do percurso, confirmou que serão cinco postos de água durante a prova, juntamente com serviço de atendimento médico e banheiros químicos.
 
A primeira base de hidratação estará no quilômetro 4, na Avenida Pacaembu - entre o Viaduto General Olímpio da Silveira e a Rua Margarida. Posteriormente, os atletas terão outro posto de apoio na Avenida Rio Branco, por volta do quilômetro 7,3.
 
O terceiro dos cinco pontos de água espalhados estará no 10º quilômetro, na Praça da República, antes da entrada na famosa Avenida Ipiranga. No quilômetro 12,3, ao passar pelo Viaduto 9 de Julho, os atletas encontrarão mais um ponto. Por fim, a água se fará necessária para auxiliar no desafio de subir a Avenida Brigadeiro Luís Antônio. Por isso o quinto o último ponto durante a prova ficará no quilômetro 14,5, no cruzamento da Brigadeiro com a Rua São Carlos do Pinhal.
 
'Turistando' na prova
Além de completar os 15 km da prova, o corredor terá a oportunidade de observar e conhecer um pouco mais de São Paulo, já que o trajeto da São Silvestre passará por importantes ruas e pontos turísticos da Capital Paulista.
 
A largada ocorre na tradicional Avenida Paulista - esquina com a Rua Ministro Rocha Azevedo - e já no "aquecimento" poderá ser visto um dos prédios mais famosos da cidade: o Masp (Museu de Arte de São Paulo, foto).
 
Após o 4º quilômetro, os atletas alcançarão o estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. Mais adiante, o famoso cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João, tema até de música e que também faz parte do percurso da prova.
 
Já no centro antigo, o Teatro Municipal. O Viaduto do Chá foi retirado do trajeto para, segundo a organização, melhorar o fluxo dos atletas. Chegando ao seu final, a corrida passa pela subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio até atingir novamente a Avenida Paulista, onde os atletas cruzam a linha de chegada em frente ao edifício da Fundação Cásper Líbero.
 
 
Foto: Divulgação
© Proibida a reprodução em outras mídias.