Síndrome da Banda Iliotibial, uma patologia que vem aumentando entre os corredores

04/12/2014 08:55
Prof. Aroldo Costa Neto*
 
Sente ou já sentiu dores na região lateral do joelho? Estatisticamente esta é a articulação que mais sofre com o treinamento de corrida. Por diversos motivos, o aparecimento da dor no joelho está associado principalmente a alterações posturais, início precoce à prática de corrida e falta de força e estabilidade em membros inferiores.
 
Uma das patologias que vem crescendo exponencialmente nos últimos anos é Síndrome da Banda Iliotibial, que nada mais é do que uma inflamação da fáscia (faixa lateral) da coxa na sua porção distal (mais inferior) sobre o epicôndilo femoral lateral. Esta fáscia é formada pelos músculos glúteo máximo e tensor da fáscia lata, inserindo-se no tubérculo lateral da tíbia. Sua principal função é estabilizar toda a região lateral do quadril, coxa e joelho, principalmente durante a corrida.
 
É caracterizada por dor na parte lateral do joelho, ainda na coxa, que é ocasionada pelo atrito desta “faixa” (fáscia destacada na imagem) com um acidente ósseo denominado epicôndilo lateral do fêmur. As pessoas que possuem joelho varo (como na imagem com fundo preto à esquerda), fraqueza ou encurtamento dos músculos laterais da coxa e do quadril, assimetria de membros inferiores  ou ainda alterações posturais nos pés possuem predisposição a esta patologia.
 
 
Normalmente é causada por excesso de uso (esforço repetitivo), onde no caso específico da corrida, pode ser desencadeada quando se aumenta rapidamente o volume de treinamento (quantidade de quilômetros rodados) ou a quantidade de treinos na semana.
 
Patologia esta de fácil diagnóstico, geralmente após avaliação médica e fisioterapêutica a intervenção mais eficaz é o treinamento de flexibilidade específico para esta região, acompanhado de fortalecimento para equilíbrio muscular.
 
Caso você tenha ou conheça alguém com dores na região lateral do joelho, procure orientação do seu profissional de confiança o quanto antes, seu corpo está sujeito a maiores sobrecargas.
 
Obrigado pela leitura!

Forte abraço e até a próxima!
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Aroldo Costa Neto é fisioterapeuta e educador físico
na academia Studio F3 Corpo Inteligente, em Ribeirão Preto
CREFITO-3: 32.583 - F / CREF: 042.260 - G/SP