Feito inédito! Brasil é campeão mundial do revezamento 4x100 e faz história em Yokohama

12/05/2019 19:14
 Foto: Getty Images/IAAF/Divulgação CBAt Da reportagem/VaiCorrendo.com
 
A Seleção Brasileira masculina do 4x100m conquistou neste domingo (12) um resultado histórico: foi campeã mundial de revezamentos em Yokohama, no Japão. A equipe formada por Rodrigo Nascimento, Jorge Vides, Derick Souza e Paulo André de Oliveira (foto) venceu a final do Mundial, com o tempo de 38s05, a melhor marca do mundo nesta temporada.
 
A vitória não foi fácil. Os brasileiros superaram os Estados Unidos, que tiveram Michael Rodgers, Justin Gatlin, Isiah Young e Noah Lyles - todos atletas com tempos abaixo dos 10s00 -, por 2 centésimos de segundo (38s07). A Grã-Bretanha ficou em terceiro, com 38s15.
 
Treinados por Felipe de Siqueira da Silva, os jovens velocistas brasileiros acertaram nas passagens de bastão e Paulo André novamente fechou muito bem a prova, assegurando a histórica vitória na linha de chegada. Os quatro atletas, com bandeiras do Brasil, comemoraram muito a conquista na pista do Estádio Internacional de Yohohama, o mesmo que foi sede de outra conquista: o pentacampeonato mundial de futebol de 2002.
 
"É muita alegria. Vocês não têm noção do que a gente passa para estar aqui. A gente merecia muito, muito mesmo. Somos campeões mundiais", gritou Paulo André, de 20 anos, em entrevista dada a Carlos Gil, do SporTV. "Estamos muito felizes, muito felizes mesmo. A gente treinou, passou muito tempo fora de casa. A gente é campeão mundial e ninguém tira isso da gente", continuou. "Vem outro Mundial por aí. Viemos aqui para buscar a vaga e conseguimos sair com o título mundial. Falo para todos: depositamos nossa confiança em Deus e deu tudo certo", completou, referindo ao Mundial de Doha, no final de setembro e começo de outubro.
 
Derick, também de 20 anos, destacou a troca de bastão "A parte técnica foi boa, muito boa. Nós vimos o vídeo da qualificação e acertamos os detalhes que faltavam e conseguimos ficar com o título. Agora é trabalhar para baixar os tempos individuais mais ainda", disse Derick.
 
Jorge, de 26, agradeceu ao treinador. "A gente tem um grupo muito qualificado e tudo graças à confiança que a Seleção teve em nós e ele (o técnico Felipe de Siqueira) depositou em nós. Ele é o cara!", concluiu, seguido do coro: "Felipão, Felipão, Felipão", feito pelos atletas.
 
Já Rodrigo, de 24, fez questão de mandar um recado. "Hoje é Dia das Mães no Brasil e quero agradecer a todas as mães por torcer pela gente. Feliz Dia da Mães", afirmou. O quinto homem da equipe foi Vitor Hugo dos Santos.
 
A equipe participou do Mundial de Revezamentos com recursos do Programa de Apoio às Seleções Brasileiras da Caixa, a patrocinadora oficial do atletismo brasileiro.
 
Foto: Getty Images/IAAF/Divulgação CBAt
©Permitida a reprodução em outras mídias.