"Bruno ou Rafael?" Gêmeos corredores fazem sucesso e motivam momentos engraçados

31/01/2019 15:41
Fotos: Arquivo pessoalRafael Gonçalves/VaiCorrendo.com
 
A "confusão" tem sido grande, desde o momento em que Bruno e Rafael Gomes Moreira da Silva começaram a se destacar nas corridas de rua da região de Ribeirão Preto, no interior paulista. E sempre motivando momentos engraçados entre os amigos e praticantes da modalidade. "A gente nunca sabe quem é quem", brinca sob risos o corredor Rafael Masson, um dos representantes da Brodowski Runners, equipe na qual os gêmeos da corrida fazem parte.
 
Os irmãos Gomes têm apenas 16 anos de idade. Nasceram em Ribeirão Preto, no dia 18 de maio de 2002, mas moram em Brodowski desde os primeiros dias de vida - Rafael (na foto ao lado, à esquerda) nasceu às 20h e, Bruno (à direita), 5 minutos depois. Despertaram-se para as corridas aos 14 anos e, logo nos primeiros treinos, causaram confusão e, mais do que isso, apresentaram vocação para o esporte. Às vezes, o Bruno é o Rafael. E o Rafael é chamado de Bruno. Eles aceitam e brincam com a inversão. São tão rápidos em contornar a situação com tamanha alegria quanto o pace nos 5 km. Bruno já cravou 17min30s e Rafael tem em 17min40s o seu recorde pessoal.
 
Fotos: Arquivo pessoal"Hoje a gente dá tudo para poder treinar corrida. E a gente treina bem. Treina pensando na vida, tentando assimilar os problemas de família. A gente vai levando. Quando começamos a treinar, não sabíamos nada de corrida", comenta Bruno. "Nosso treino é no meio do mato, todo dia. A gente não treina na rua, mas corremos juntos todos os dias", completa Rafael.
 
Quem é quem?
Recentemente, nas últimas semanas, os gêmeos de Brodowski foram confundidos pela própria equipe e inscritos de maneira equivocada em uma prova em Santa Rosa de Viterbo. Rafael iria correr 5 km e foi inscrito nos 8 km, como se ele fosse Bruno. Resolveram, então, trocar o número de peito. Rafael correu como Bruno, no percurso de 5 km em que havia treinado. Bruno foi o Rafael, nos 8 km. Ambos "voaram".
 
"O pessoal fica todo confuso, mesmo. É normal [risos]. Fizeram as inscrições invertidas e preferimos manter o percurso que cada um iria correr. Mas nunca aproveitamos a semelhança para enganar alguém. É tudo saudável. Quando a gente chega junto em algum lugar, ninguém sabe quem é quem. Somos muito parecidos. Só minha mãe, meu pai e meus irmãos sabem diferenciar quem é o Bruno e quem é o Rafael", diz Rafael, que dá uma boa dica aos amigos. "O Bruno tem uma cicatriz no olho e é mais baixo; eu sou um pouco mais alto".
 

Fotos: Arquivo pessoal

Corrida contra os carros
Superar a velocidade dos carros, em uma subida, foi o primeiro desafio dos gêmeos. "E quem não conseguisse correr na frente do carro, pagava 'mico'", lembra Rafael. A história é curiosa - e engraçada. "Quando criança, já gostávamos de correr. Morávamos numa casa em que a rua era uma subida, em Brodowski. Meu irmão e eu sempre apostávamos corrida assim [risos]".
 
"Depois disso começamos a correr para ter velocidade no futebol. Fizemos um tiro para fazer um teste e fomos muito bem. Com 14 anos começamos a correr e não paramos mais. A gente gosta disso. Gosta não, ama isso", diz Bruno.
 
Focados nos estudos
Os jovens corredores de Brodowski colecionam ótimos tempos, esperanças, e também estudos. Ambos estão matriculados no período da tarde e garantem ser bons alunos. Nas férias, além dos treinos, ajudam um amigo em uma oficina de funilaria. "A gente sempre foi muito bem na escola, sempre com nota azul", afirma Bruno.
 
Gratidão
Durante a entrevista ao VaiCorrendo.com, as revelações das corridas fizeram questão de agradecer quem os tem apoiado na tentativa de se tornarem grandes nomes do atletismo. "A gente não tem condições de ficar comprando tênis. O Rafael Masson e a equipe Brodowski Runners vão nos ajudando com isso, bem como com as inscrições das provas, que também são pagas pelos patrocinadores [Supermercados 3Jota, Drogaria Poupe Já e Academia Escultura]", diz Rafael. "A gente sempre tem o apoio do Luis Fernando Medeiros, corredor de elite de Brodowski, do Marin Rossin, do Paulinho de Brodowski... Muito obrigado a todos", completou Bruno.
 
 
QUEM SÃO ELES
• Rafael Gomes Moreira da Silva
• Na foto acima, número 126
18/05/2002, às 20h, em Ribeirão Preto-SP
16 anos
 17min40s nos 5 km
 
• Bruno Gomes Moreira da Silva
• Na foto acima, número 127
• 18/05/2002, às 20h05, em Ribeirão Preto-SP
• 16 anos
• 17min30s nos 5 km
 
 
Fotos: Arquivo pessoal
©Proibida a reprodução em outras mídias.