Confirmado! Campeão em 2006, Franck Caldeira retorna à São Silvestre após sete temporadas

17/12/2017 18:27
Da reportagem/VaiCorrendo.com
 
A 93ª Corrida Internacional de São Silvestre já tem seu primeiro destaque confirmado. O fundista Franck Caldeira, vencedor da prova em 2006, estará mais uma vez na principal prova de rua da América Latina, que acontecerá no dia 31 de dezembro, fechando o ano esportivo nacional. O atleta é o primeiro de uma série de destaques que participarão da prova, no masculino e feminino, de diferentes países. A largada, a partir das 8h20, será na Avenida Paulista, altura da rua Frei Caneca, e a chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero.
 
Franck voltará a correr na São Silvestre após sete anos. Apesar da experiência, sente que será um recomeço. "Será uma reestreia. A corrida está em um horário diferente, com um percurso diferente também daquele que eu disputei", diz o corredor, animado com a confirmação na prova. "Correr a São Silvestre é sempre um desafio: tem a questão do clima, do ritmo nas descidas e subidas, além dos trechos sinuosos. É uma prova que é muito técnica, e ficou mais ainda", completou o atleta da Equipe B3 Atletismo. 
 
O atleta disse que uma mudança em sua carreira, com foco nas maratonas, acabou sendo o motivo para ele deixar de disputar a prova. Feliz com o retorno, sabe que terá de fazer uma preparação específica para fazer um bom papel no dia 31. Recentemente, participou da Volta Internacional da Pampulha, em BH, terminando na oitava colocação, na qual pode fazer uma boa avaliação do momento.
 
"Fiz a Maratona Internacional de São Paulo, no primeiro semestre, corri a Volta da Pampulha, e vai ser muito gostoso voltar para a São Silvestre, uma prova que já venci, vai trazer um estímulo a mais", concluiu Franck.
 
Encerradas as inscrições, agora os corredores da São Silvestre devem focar na retirada de kit e chip. A entrega do kit e chip será nos dias 27, 28 e 29 de dezembro, das 9h às 19h, e no dia 30, das 9h às 16h, no Ginásio Mauro Pinheiro, localizado na Rua Abílio Soares, 1300, no Ibirapuera. Os organizadores solicitam aos inscritos de São Paulo e cidades próximas que façam a retirada o mais cedo possível, deixando a véspera para os atletas do Interior e de outros estados. Não haverá entrega no dia da corrida, nem após a prova.
 
Dinâmicas
A 93ª Corrida Internacional de São Silvestre adotará algumas dinâmicas para melhor atender atletas oficialmente inscritos. Desde a largada e até a dispersão pós prova, toda a estrutura montada beneficiará o corredor oficial. Desta forma, a São Silvestre está se juntando aos principais eventos no mundo que adotam políticas semelhantes.
 
As dinâmicas já aplicadas nas provas no país, como Meia Maratona Internacional de São Paulo e Maratona Internacional de São Paulo, serão repetidas. Entre elas, o monitoramento de acesso à área de  largada pela Alameda Santos e Rua São Carlos do Pinhal, comunicação visual nos postos de água e filtragem na chegada. A dispersão será a partir da Rua Joaquim Eugênio de Lima até e Alameda Casa Branca.  Todas as áreas serão restritas a corredores oficialmente inscritos e usuários locais.
 
O Comitê Organizador  pede gentilmente que atletas sem inscrição não compareçam, pois não há como dimensionar os serviços e o consumo excessivo pode gerar a falta de serviços e hidratação para os inscritos. E destaca que essas dinâmicas estão sendo implantadas para melhor atender aos atletas oficialmente.
 
Vale ressaltar que a infraestrutura do evento é dimensionada para o número oficial de inscritos, cerca de 30 mil, não contemplando serviços a atletas sem inscrição ("pipocas"). Serão sete postos de água, um a mais que no ano passado, com volume para atender somente aos inscritos. Como consta em regulamento, não haverá serviços e hidratação excedente para atletas sem inscrição.
 
 
Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press/Divulgação/MBraga Comunicação
© Permitida a reprodução em outras mídias.