Duelo africano Kibiwott x Kiplimo, o brilho de Brigid, recordes... O resumão da São Silvestre!

01/01/2020 12:10
Da reportagem/VaiCorrendo.com
 
Emoção não faltou na 95ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, realizada nesta terça-feira, dia 31, pelas ruas da Capital Paulista. E a vitória ficou novamente com os representantes africanos. No masculino Kibiwott Kandie assegurou o primeiro lugar em uma bela arrancada (foto), nos metros finais da disputa, surpreendendo o atleta de Uganda Jacob Kiplimo, que liderou boa parte da corrida e completou em segundo. Titus Eriku, estreante na São Silvestre ficou em terceiro.
 
Kibiwott ainda estabeleceu o novo recorde da prova, que tem 15 km desde 1991, com o tempo de 42min59s. A marca batida pertencia a outro queniano, Paul Tergat (43min12s), obtida em dezembro de 1995. O segundo colocado, Kiplimo, também teria o batido o recorde da prova. No feminino, Brigid Kosgei, recordista mundial da maratona e grande favorita, faturou o topo do pódio em sua primeira participação, com o tempo de 48min54s.
 
As disputas confirmaram o alto nível técnico da competição, que nesta edição passou a ter o status de Bronze Label da World Athletics (IAAF), ganhando ainda mais destaque no cenário mundial.
 
A prova
Na largada, um grupo de nove atletas despontou. Neste pelotão só tinham corredores africanos. Já no decorrer da prova, Kibiwott e Kiplimo abriram distância para o segundo pelotão. E fizeram o percurso praticamente juntos. Na subida da Brigadeiro Luis Antônio, o atleta de Uganda abriu um pouco, mas não chegou a ser uma distância confortável.
 
Já na Avenida Paulista, Jacob tentou administrar, mas foi surpreendido pelo oponente, que veio muito rápido e esperou o momento certo para o sprint, e assim, garantiu o primeiro lugar, e também conquistou o recorde da prova.
 
A festa de Kibiwott
Aos 23 anos e estreante na prova, Kibiwott comemorou o resultado. "Vim junto com o Jacob o percurso todo, e na Paulista, quando vi que a chegada estava perto, achei que realmente dava para alcançá-lo, acelerei o passo, e pensei 'tenho que ganhar'. Eu o ultrapassei e logo cruzei, conquistando a vitória. Estou muito feliz", comemorou o queniano, novo recordista da Corrida Internacional de São Silvestre, batendo o recorde depois de 24 anos.
 
Jacob Kiplimo também impôs ritmo forte e estava a poucos passos de vencer. Apesar de surpreso, ficou contente com o próprio resultado. "Não esperava que ele estivesse tão perto e tão rápido. E nem dei conta que ele estava para me passar. Apesar disso, fiquei feliz com a vitória de um colega e também pelo meu segundo lugar. Fica a lição para eu treinar ainda mais", disse o atleta de 19 anos. Cada campeão recebeu R$ 94 mil como premiação.
 
E o Brasil?
O melhor brasileiro na prova foi Daniel Ferreira do Nascimento, atleta de Bauru-SP, que chegou em 11º com o tempo de 46min32s. "É bastante gratificante ser o melhor brasileiro na prova e chegar ali perto do Top-10. É uma prova difícil. Ano passado acabei abandonando. Mas nesse ano estou contente, pois acompanhei os quenianos até o quilômetro 7 e acho que obtive uma boa experiência. A torcida incentivando é muito bacana. Estou feliz e espero voltar em 2020", contou Daniel, de 21 anos.
 
Brigid estreia com vitória!
No feminino, a estreante Brigid Kosgei, de 25 anos, confirmou seu favoritismo. E venceu a disputa de forma absoluta, de ponta a ponta. Logo na largada, Brigid saltou na frente, e ditou o ritmo da prova. Liderando toda a disputa e sem ser ameaçada pelas concorrentes. Na chegada na Avenida Paulista, a queniana cruzou a linha de chegada com tranquilidade, completando com o tempo de 48min54s.
 
"Fiquei muito feliz por esse resultado. Gostei da prova e do público aplaudindo e me incentivando ao longo do percurso. Apesar de uma certa tranquilidade, vim ditando um ritmo forte, desde a largada", comemorou.
 
Entre as mulheres, Graziele Zarri foi a melhor brasileira na prova. A atleta do Esporte Clube Pinheiros completou a disputa em 11º com o tempo de 54min56s. "Eu sou uma vencedora, minha história de vida é de superação. Estou muito feliz em ser a melhor brasileira nessa prova tão especial", comemorou Graziele.
 
 

95ª CORRIDA INTERNACIONAL DE SÃO SILVESTRE | SÃO PAULO-SP

MASCULINO | 15 KM
POS ATLETAS PAÍS TEMPO
1  Kibiwott Kandie Quênia 42min59s (R)
2  Jacob Kiplimo Uganda 43min00s
3  Titus Ekiru Quênia 43min54s
4  Geofry Toroitich Kipchumba Quênia 45min10s
5  Joseph Panga Tanzânia 45min33s
 
FEMININO | 15 KM
POS ATLETAS PAÍS TEMPO
1  Brigid Kosgei Quênia 48min54s
2  Sheila Chelangat Quênia 50min10s
3  Tisadk Alem Nigus Etiópia 50min12s
4  Pauline Kaveke Kamulu Quênia 50min28s
5  Delvine Relin Meringor Quênia 50min51s
 
*O VaiCorrendo.com não se responsabiliza por erros de nomes, colocações, tempos e equipes divulgados oficialmente pelas empresas de cronometragem.

Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação/Yescom
©Permitida a reprodução em outras mídias.