Síndrome do Overtraining: quando você passou da conta! #20

29/03/2019 10:23
Por Bruno Andrade*
 
Fala galera das corridas que nos acompanha aqui no VaiCorrendo.com. Tudo beleza?!
 
O tema de hoje é "Síndrome do Overtraining". Apesar do termo ser pouco utilizado no meio da corrida de rua, ele está mais presente do que gostaríamos. A Síndrome do Overtraining, também conhecida como Síndrome do Sobretreinamento, acontece quando treinamos demais. Ela é caracterizada principalmente pela perda de rendimento esportivo e se dá quando fazemos muitos treinos ou treinos intensos repetidamente.
 
Fisiologicamente falando, essa perda de condicionamento se dá pelo aumento do hormônio do estresse, o cortisol. Esse hormônio é responsável pela quebra de proteínas para produção de energia, mas em alta quantidade ele é prejudicial ao nosso corpo.
 
Quando se quebra muita proteína para produção de energia (processo chamado de catabolismo) e não se tem tempo e descanso adequado para a recuperação das mesmas (processo chamado de anabolismo) acontece a perda de massa muscular, o que é essencial para desenvolver qualquer atividade física.
 
Os sintomas do overtraining são bem fáceis de serem identificados. Em geral eles estão ligados à apatia. Além da perda do condicionamento, ainda leva a perda de força, sensação contínua de cansaço, dores musculares persistentes, humor alterado com quadros de depressão e irritabilidade, diminuição do sistema imunológico e perda da qualidade do sono. Mas a mais típica é a frequência cardíaca, que aumenta mesmo em repouso.
 
É comum um número alto de lesões em atletas com sobrecarga de treinamento e, neste momento, percebam que mesmo com a necessidade de um trabalho de fortalecimento o mesmo não seria interessante, pois aumentaria ainda mais o volume de atividade do atleta. O tratamento do overtraining sempre passa pela diminuição drástica do volume e da intensidade das sessões, mas ainda pode ser necessário - e quase sempre é - adequações na dieta para reencontrar o equilíbrio fisiológico, tornando o trabalho em conjunto do nutricionais e profissional de educação física indispensável.
 
Estamos conversados? Até a próxima aqui na Coluna Corre Comigo, no VaiCorrendo.com!
 
*Colunista do VaiCorrendo.com, Bruno Andrade é Profissional de Educação Física (Cref 082452-G/SP), personal trainer, especialista em Fisiologia do Exercício, Treinamento Esportivo e Emagrecimento pela UFSCar, e proprietário da Corre Comigo Assessoria Esportiva.
 
(Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, o ponto de vista do VaiCorrendo.com)